Doenças

Hipertrofia de amigdalas e adenóide

Amígdalas e adenóides são compostas de um tecido parecido com os dos linfonodos ou “gânglios” ou ainda popularmente conhecidos como “ínguas” que encontramos as vezes no pescoço, axilas ou virilha.

Essas estruturas fazem perte do sistema imunológico, responsável pela defesa do organismo. Tem mais importância nos primeiros anos de vida, e sua função diminui a medida que a pessoa envelhece.

As adenóides estão localizadas na parte superior da garganta no fundo do nariz por onde passa o ar que respiramos pelo nariz, portanto não são visíveis pela boca sem instrumentos especiais.  As amígdalas são duas massas de tecido linfoide, uma de cada lado da garganta, no fundo da boca.

O aumento das amigdalas e adenoides pode causar roncos, respiração bucal e até apnéia do sono. A hipertrofia adenoamigdaliana patológica pode trazer prejuízo às crianças como dificuldade de ganho peso ideal , interferência no rendimento escolar (pelo sono alterado e  sonolência diurna), alterações no crescimento facial ( face de respirador bucal) entre outras. Se criança apresenta constante presença roncos durante o sono ela deve ser avaliada por um ou uma otorrinolaringologista.

Telefone

71 3331-5551

Sistema Online

Acesse agora
Rolar para cima