Doenças

Otite

A otite é um processo inflamatório/infeccioso que afeta o ouvido, sendo causada geralmente por bactérias ou vírus.

Os sintomas dessa infecção são bastante característicos, entre eles destacam-se a coceira ou prurido, dor de ouvido ( ou otalgia), secreção no ouvido, febre e sensação de perda auditiva ou ouvido tampado.

O diagnóstico da otite é feito por meio da análise dos sintomas apresentados e do exame de otoscopia, no qual o médico faz um exame da orelha utilizando o otoscópio.

Os tipos de otite variam de acordo com a parte do ouvido afetada. Pode ser externa, média e interna. A otite também pode ser aguda ou crônica, nessa última, dificilmente a dor de ouvido está presente.

A otite mais comum no consultório do otorrinolaringologista é a otite externa que gera dor ao tocar na orelha, sensação de ouvido tampado, coceira e otorréia (secreção no ouvido). Em geral decorre de manipulação do ouvido com cotonetes e outros objetos (bocal de caneta, chave e grampos de cabelo) ou da presença de cerúmen impactado no ouvido (causando ouvido úmido e pele irritada). Se você possui sintomas de otite externa marque logo uma consulta e enquanto isso proteja o ouvido da água do banho e não coloque nada no seu ouvido até que seja examinado e tenha um diagnóstico. É contra indicado e perigoso colocar no ouvido azeite de oliva, alho e qualquer outro líquido sem a prescrição médica.

 

Otite Média Aguda (OMA)

A OMA é infecção bacteriana ou viral da orelha média (porção que fica atrás da membrana do tímpano), geralmente acompanhando por gripe ou resfriado. Os sintomas incluem dor de ouvido, sensação de ouvido tampado, muitas vezes associada a febre, náuseas, vômitos, diarreia. 

A infecção pode resultar em perfuração da membrana timpânica. Quando ocorre a perfuração na vigência da infecção, geralmente a dor de ouvido melhora e pode ser percebida secreção no ouvido afetado (otorréia). O diagnóstico baseia-se no exame físico.  

O tratamento é feito com analgésicos e, às vezes, antibióticos.

A evolução normalmente é benigna, com resolução do quadro. Quando ocorre perfuração timpânica, geralmente há cicatrização dessa perfuração e para isso deve-se ter o cuidado de controlar a infecção e não deixar entrar água no ouvido (para evitar mais infecções), essa cicatrização acontece em até 3 meses. Em alguns casos há melhora completa da inflamação, porém permanece algum líquido em orelha média, esta é a otite média serosa.

 

Otite Media Serosa (OMS)

A OMS é o acúmulo de líquido em orelha média sem sinais de inflamação. Pode ocorrer na vigência de quadro viral de vias aéreas como gripe ou resfriado, após quadro de otite média aguda, em crianças com hipertrofia adenoidiana ou pacientes com tumorações em rinofaringe (porção posterior da cavidade nasal).

A sensação de “ouvido tampado” muitas vezes é o único sintoma. Na audiometria é vista perda auditiva do tipo condutiva. Em crianças, um sintoma frequente é alteração no comportamento com agitação ou falta de concentração devido à perda auditiva.

O diagnóstico é realizado por exame físico. Em alguns casos pode ser necessário exame da auditivo.

Em relação ao tratamento, é necessário melhorar possíveis infecções nasais. Pode ocorrer por até 3 meses após um quadro de Otite Média Aguda, com resolução espontânea. Nesse caso o paciente precisa ser acompanhado. Caso não melhore pode ser indicado um microcirurgia otológica, a inserção de tubo de ventilação

Pacientes com essa patologia com quadro mais prolongado precisam fazer avaliação nasal. Em crianças, principalmente para investigar possível hipertrofia adenoidiana e adultos para afastar tumores em rinofaringe.

Conheça mais sobre outras Otites

Telefone

71 3331-5551

Sistema Online

Acesse agora
Rolar para cima